Os 10 Cartões-postais mais famosos do mundo!

Quer saber o segredo e as polêmicas dos 10 cartões-postais mais famosos do mundo?

Estes cartões-postais são normalmente obras e ícones da arquitetura que representam uma determinada cidade. Mas antes de virarem marcos e símbolos, eles foram alvos de polêmicas, atentados, protestos judiciais e debates em seus países. Vamos conferir alguns deles?!

Taj Mahal, Agra – Índia (1630-1652)

O Taj Mahal é o mais conhecido dos monumentos da Índia. A obra foi feita entre 1630 e 1652 com a força de cerca de 20 mil homens. O monumento em mármore branco foi uma construção idealizada pelo então imperador, Shah Jahan, em memória de sua esposa Mumtaz Mahal.

Quase veio abaixo durante a rebelião hindu, em 1857, o governo passou a cuidar melhor do mausoléu. Durante os ataques aéreos da 2ª Guerra Mundial, na década de 1940, um andaime gigante protegeu o domo. Outro momento de proteção foi durante o conflito entre Índia e Paquistão, que durou 10 anos (1960-1970).

Hoje, encontra-se classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade e foi considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno em uma celebração em Lisboa, no ano de 2007.

Capitólio, Washington – Estados Unidos (1793-1868)

O Capitólio é o prédio que serve como centro legislativo do governo dos Estados Unidos. O edifício foi projetado originalmente por William Thornton, mas posteriormente o projeto passou por modificações de diversos profissionais. A estátua que fica sobre a cúpula é a Estátua da Liberdade.

O projeto foi encomendado pelo então presidente George Washington e foi concluído na gestão de Andrew Johnson. A 1ª reunião do Congresso ocorreu com o Capitólio ainda em obras, em 1800, sendo que o domo foi refeito na fase final da construção, em 1863, depois de várias interferências do desenho original.

O Capitólio foi alvo de diversos ataques. Um dos episódios mais marcantes remete aos atentados de 11 de setembro. Havia uma suspeita que um dos aviões sequestrados, depois confirmada, teria como destino o monumento, mas o avião caiu na Pensilvânia, após os passageiros assumirem o controle do avião enfrentando os terroristas (a história inspirou o filme United 93). Depois disso, o entrono do Capitólio sofreu grandes alterações para a segurança.

Estátua da Liberdade, Nova York – Estados Unidos (1876-1884)

A Estátua da Liberdade foi inaugurada em 28 de outubro de 1886, construída em uma ilha na entrada do Porto de Nova York. O Monumento comemora o centenário da assinatura da Declaração da Independência dos Estados Unidos e foi um gesto de amizade da França para com os Estados Unidos. Projetada e construída pelo escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi.

O francês Auguste Bartholdi terminou a Estátua da Liberdade em 1884, mas ela só foi inaugurada dois anos mais tarde. É que o monumento foi construído no quintal do artista, lá na França. Depois de pronta, ela teve de ser desmontada em 350 peças e encaixotada em 214 caixotes para ser despachada de navio até Nova York.

Para visitar a estátua é necessário a compra de bilhetes turísticos que incluem o transporte via ferry boat até a ilha. Sem dúvidas, um dos mais belos cartões-postais de NY.

Ponte do Brooklyn, Nova York – Estados Unidos (1870-1883)

A Ponte do Brooklyn é uma das mais antigas pontes de suspensão nos Estados Unidos, com extensão de 1.834m, e situa-se sobre o rio East, ligando os distritos de Manhattan e Brooklyn.

O projeto inovador levou 13 anos para ser concluído, usou quase 10 mil km de cabos de aço, custou mais de US$ 15 milhões e matou cerca de 20 pessoas, inclusive seu projetista, o alemão John Roebling.

Ao ser finalizada era a maior ponte de suspensão do mundo, e a primeira a utilizar-se de cabos. Foi a primeira ponte de aço suspensa do mundo e suas imensas torres de suporte já foram as estruturas mais altas de toda a cidade de Nova York.

Torre Eiffel, Paris – França (1887-1889)

A Torre Eiffel é uma torre treliçada de ferro do século XIX, localizada em Paris, que se tornou um ícone mundial da França e uma das estruturas mais reconhecidas no mundo.

A torre é projeto do engenheiro Gustave Eiffel e era para ser apenas a porta de entrada da grande feira internacional de 1889, que reunia as novidades científicas e culturais da época, ou seja, era para ser algo temporário.

Mas, depois de construída, tornou-se o monumento mais alto do mundo e, com isso, decidiu-se manter a torre montada. Foi  ao longo de mais de quarenta anos, mas perdeu o posto em 1930 para o Chrysler Building, em NY.

Empire State, Nova York – Estados Unidos (1930-1931)

O Empire State é um arranha-céu de 102 andares de estilo Art Decó na cidade de Nova York. Seu nome deriva do apelido do estado de Nova York. Foi considerada uma das estruturas mais altas do mundo por mais de quarenta anos, desde a sua conclusão em 1931 até que a construção da Torre Norte do World Trade Center, em 1972.

Cerca de 3 mil operários fizeram o Empire State subir quatro andares e meio a cada semana durante a obra. O arranha-céu foi erguido em tempo recorde para ganhar a corrida da construção mais alta do mundo, título até então em posse da Torre Eiffel.

Foi declarada uma das Sate Maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis e também como uma das marcas registradas da cidade de Nova York. O edifício é mantido e operado pela W&H Properties.

Ponte Golden Gate, Califórnia – Estados Unidos (1933-1937)

A Ponte Golden Gate liga a cidade de São Francisco a Sausalito, na região metropolitana de São Francisco, sobre o estreito de Golden Gate. A ponte é o principal cartão postal da cidade, uma das mais conhecidas construções dos Estados Unidos.

Por quase uma década, 2 mil ações tentaram impedir a construção da ponte Golden Gate: os moradores temiam perder a bela vista, e os militares, uma saída estratégica em tempos de guerra. Até mesmo a escolha da cor foi tumultuada. A marinha exigia listras amarelas e pretas para que os barcos pudessem avistá-la de longe, mas foi feito um teste nas vigas com o laranja. As autoridades do Estado gostaram do tom vibrante e ficaram com ele.

Também foi considerada uma das Sate Maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis.

Casa Fallingwater, Pensilvânia – Estados Unidos (1936-1939) 

A Casa Fallingwater, ou a “Casa da Cascata”,  é considerada uma das mais famosas casas do mundo. O edifício foi desenhado em 1934 pelo arquiteto Frank Lloyd Wright, considerado o introdutor da arquitetura moderna no seu país. A sua principal característica é o fato de ter sido erguida parcialmente sobre uma pequena queda de água.

A propriedade era da família Kauffman que ficou desapontada quando descobriu que seria difícil ver a cachoeira da sacada da sua nova casa, projetada por Frank Lloyd Wright. Foi quando o arquiteto surpreendeu os moradores e mostrou que o imóvel foi erguido sobre a cachoeira não para vê-la, mas para senti-la.

A casa hoje é um museu.  Em 1964, o edifício foi aberto ao público como museu e, desde então, mais de seis milhões de pessoas já visitaram a casa. Atualmente, recebe mais de cento e vinte mil visitantes por ano.

Pirâmide do museu do Louvre, Paris – França (1984-1989)

A Pirâmide do Louvre é uma estrutura em forma piramidal, construída em vidro e metal, rodeada por três pirâmides menores, no pátio principal do Palácio do Louvre em Paris. Serve de entrada principal do museu e foi concluída em 1989, tornando-se um ponto de referência para a cidade.

Mas antes de se tornar um marco para a cidade, as cinco pirâmides da entrada foram alvo de grandes debates na França. O projeto foi bastante criticado por ter formas futuristas demais para o contexto clássico do museu. O arquiteto I. M. Pei foi o responsável pelo projeto e diz que foram utilizadas 673 placas, sendo 603 losangos e 70 triângulos, para montar a estrutura.

O Museu do Louvre guarda centenas de obras de referências, inclusive a pintura de Monalisa, e recebe 8,5 milhões de turistas durante todo ano. Também já foi cenário de filmes, como o “Código da Vinci”.

Museu Guggenheim de Bilbao – Espanha (1993-1997)

O Museu Guggenheim Bilbao é um dos cinco museus pertencentes à Fundação Solomon R. Guggenheim no mundo. Projetado pelo arquiteto Frank Gehry, é hoje um dos locais mais visitados da Espanha. Seu projeto foi parte de um esforço para revitalização da área e, hoje, recebe visitantes de todo o mundo.

O projeto de Frank Gehry transformou um porto abandonado em um forte polo cultural e turístico da Espanha. A forma lembra o desenho moderno de Frank Lloyd Wright, autor do Guggenheim de Nova York, ao mesmo tempo que é, também, um navio, em referência à antiga produção de barcos pela qual Bilbau foi um dia conhecida.

O museu recebeu várias críticas desde que começou a ser construído, por ser um museu de vanguarda, mas somente por fora, pois as salas de exposição são quase todas iguais a de outros museus. Mas, sem dúvida, é excepcional!!

Muito curioso!!!!!

Esta entrada foi publicada em Arquitetura com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

6 respostas a Os 10 Cartões-postais mais famosos do mundo!

  1. Fiquei muito feliz que vc mencionou Frank Lloyd Wright! Tive a oportunidade de conhecer o Civic Center projetado por ele no Marin County na região de São Francisco e fiquei fascinada por suas linhas. Na minha próxima viagem, Falling Water já está nos meus planos. Beijo grande pra vc, querida!

  2. Nyala diz:

    Super legal!!! Bj, Nyala

  3. Elisabeth diz:

    The most interesting blog that i have ever seen!

  4. Marisa diz:

    O IT design é cultura!!!! Parabéns! Marisa

  5. Anónimo diz:

    Great!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s